À DISTÂNCIA DE UM BEIJINHO!

maio 25, 2018




Assim me ensinaram a carregar o meu bebé: “à distância de um beijinho”. Eu carrego a Matilda quase todos os dias, só não o faço quando não tenho tempo. Aqui nas Fontes temos caminhos largos e bonitos para levar o carrinho, mas raramente o fazemos. Isso seria limitar as nossas opções. Ora vejamos: quando chove o carrinho não dá muito jeito (nem tenho uma daquelas protecções de plástico); quando queremos explorar outros caminhos com escadas naturais e mais íngremes e cheios de pedras, escusado será dizer que o carrinho não entra. Pois bem, com o nosso paninho nada nos pára! Se chove: Galochas, paninho e chapéu de chuva, aí vamos nós! Se queremos explorar outros caminhos: botas de montanha e protecção para a cabeça. As coisas que nunca podem faltar nas nossas aventuras: Chapéu, gorro ou lenço na cabeça; Protector solar, galochas ou botas de montanha com rasto apropriado; água. Devemos ter em atenção se a restante roupa é apropriada. Por exemplo, o bebé deve usar calçado que não deixe os dedos encolhidos, nós por cá usamos só umas calças de pano e meias. Eventualmente levo uns sapatinhos dentro da mochila caso ela queira sair do pano para explorar as redondezas. E assim vamos nós por entre beijinhos e risos, ver os nossos amigos patos e outros bichos.


A Catraia

You Might Also Like

0 comentários