UM CAFÉ NA CIDADE E OUTRO NO CAMPO!

setembro 29, 2018



Quando vou até Leiria, cidade pequena mas para nós é a cidade grande, espero muito pouco por um café. Alias, tem de ser minimamente rápido senão até fico impaciente. Pego no café, bebo e pronto. 5 minutos, vá, a correr mal… Isso acontece quando meto o meu chip citadino de há uns anos atrás. Há uns dias estava a falar com uma amiga que vive em Leiria e que diz muita vez que não sabe como é que nós fazemos, ela tem de ver pessoas! Pois. Se o objectivo é apenas “ver” as pessoas, então a cidade é o sítio ideal. Nós não podemos SÓ ver as pessoas. Temos de dizer “Bom dia”, “vai-se andando” e temos de falar sobre o tempo. Temos de perguntar “Como vão as suas pernas? Menos cansadas? E as cebolas? Já têm melhor aspecto?” Temos de falar sobre o rio e sobre o padeiro que hoje passou mais tarde, e temos de voltar a casa para deixar um saco cheio de feijão verde, couves, tomates e mação, enfim… é verdade, aqui no campo não podemos só olhar para as pessoas, temos de as ver. E um café não pode demorar só 5 minutos, nunca na vida! 

A Catraia

You Might Also Like

0 comentários